0

CME

http://enfermageandotc21.blogspot.com.br/
Oi pessoas,como vai?
Animados,então trouxe mas uma postagem para animar vocês,vamos entender um pouco sobre CME.

OBJETIVOS: fornecer materiais livres de contaminação para serem utilizados nos diversos procedimentos clínicos e cirúrgicos e padronizar os procedimentos para o processamento de materiais.

PROFISSIONAIS QUE ATUAM EM CME:

Deve haver supervisão de um enfermeiro.
Recebe e passa plantão.
Faz relatórios de atividades do setor.
Prever e solicita materiais para o plantão.
Distribui os funcionários conforme demanda.
Elabora escalas diárias, de folga e de férias.
Estabelece sistemas de prevenção de riscos ocupacionais na unidade de serviço.
Deve haver a presença do Técnico/Auxiliar de enfermagem: executam atividades técnicas, os quais dever receber treinamentos específicos para atuação na unidade de CME.

Destacando algumas atribuições:

Participar das atividades de passagem de plantão.
Executar as etapas do processamento de materiais em CME.
Realizar o registro de produção por plantão.
Executar e registrar os sistemas de controle de esterilização.
Tudo isso é pautado e determinado pelo conselho federal de enfermagem e o profissional deve possuir formação em enfermagem.

RECOMENDAÇÕES PARA A ÁREA FÍSICA DA CME:

O planejamento da planta física, deve considerar as características de trabalho e a potencial necessidade de adequação para novas tecnologias.

DINÂMICA E FLUXOGRAMA DA CME:

A dinâmica e fluxograma da CME deve impedir a contaminação de artigos já esterilizados, manter a limpeza ambiente, reduzir o risco ocupacional e facilitar

O trabalho dos componentes da equipe que a compõe.

FLUXO DE ARTIGOS EM CME:

1. Recepção de material contaminado
2. Limpeza e secagem do material
3. Barreira física
4. Inspeção, preparo, lubrificação e embalagem
5. Esterilização
6. Armazenagem
7. Distribuição

Classificação dos artigos:

Artigos críticos – são envolvidos em alto risco de aquisição de infecção, ou seja, há risco para todos os tipos de agentes infecciosos inclusive esporos. Obs: devem passar por esterilização total.

Artigos semi-críticos – são aqueles que entram em contato mucosas íntegras ou pele não intacta. Devem estar livres de todos os microorganismos, exceto para grande número de esporos. Obs: podem ser submetidos a desinfecção de alto nível.

Artigos não-críticos – são aqueles que entram em contato com pele íntegra mas não mucosas. Sabemos que a pele é uma barreira natural e efetiva à muitos microorganismo


LIMPEZA DO MATERIAL EM CME:

A limpeza é nada mais do que a remoção mecânica de exsudato, com o objetivo de reduzir a carga microbiana e manter

A vida útil do artigo.

Métodos de limpeza:

Limpadores enzimáticos – compostos basicamente por enzimas, no qual o agente infeccioso é removido facilmente em questão de aproximadamente 3 minutos.

Detergentes e desencrostantes – este método é utilizado basicamente para promover a limpeza dos artigos somente, porém segue algumas recomendações de uso: usar somente quando o volume de matéria orgânica seja pouco e para cada processamento, usar somente

Um tipo de solução.

Limpeza manual – é realizada através da fricção com escovas e soluções de limpeza, com o objetivo de reduzir o máximo os micro-organismos dos artigos. E como principal recomendação, é expressamente proibido manipular os artigos para limpeza manual sem estar com EPI.

Limpeza mecânica – desenvolvida através de equipamentos do tipo lavadora ultra-sônica, e lavadoras de descarga. Estas reduzem risco biológico ocupacional, pois o profissional não coloca a mão durante o processamento.

BOM DIA!
Beijos no coração!

Nenhum comentário:

Postar um comentário