0

ENFERMAGEM E O CUIDADO HUMANIZADO

http://enfermageandotc21.blogspot.com.br/
Ola boa tarde pessoas,como vai?
Parece estranho falar de humanização para seres humanos, RSRSRS já que humanizar deveria fazer parte da natureza do homem,mas eu vejo que é necessário não só falar mas também fazer uma revisão de nossas práticas,com ênfase em melhores equipes de trabalho que valorize a dignidade de sua profissão e principalmente do paciente.
por essa razão escolhi esse tema como forma de orientação,a humanização é muito importante não so na enfermagem,mas na vida.

A enfermagem é uma disciplina, que lida com o ser humano, que é um ser em evolução,tem que haver humanização.
Uma pessoa está doente e vai procurar um profissional da saúde com o desejo que alivie seus sintomas e livre-o de seu sofrimento.
Ele deseja ser cuidado,o cuidado humano é exercitado,vivido e sentido no interior de cada um, envolvendo atos, princípios,valores, ética que devem fazer parte do nosso cotidiano.

Humanizar segundo o dicionário Aurélio: 
1.Adoçar; suavizar; civilizar.
2. Tornar-se humano; compadecer-se.
HUMANIZAR é:
valorizar a qualidade do cuidado do ponto de vista técnico. Ou seja, nos colocar no lugar do paciente e enxergar-lo como um ser biopsicossocial com necessidades diferentes,e entender que apesar do paciente estar com todos os equipamentos necessários para sua sobrevivência,ele está em um local estranho,sendo cuidado por pessoas estranhas,perdendo suas intimidades e principalmente "com dor". A humanização visa justamente trazer o máximo de conforto e cuidado para o paciente como pessoa.

O significado da humanização da assistência de enfermagem precisa ser compreendido dentro de um panorama bastante amplo.

O Cuidado ético é fazer com que a ação de cuidar, seja moralmente correta.
A ética está relacionada com os comportamentos de um grupo e faz uso direcionado aos valores deste.
O desafio maior não é só compreender e auxiliar no tratamento, mas buscar desenvolver uma prática humanizada.
A reflexão sobre o sentido de nossas ações, reações e atitudes com os nossos pacientes tem que ser continua.

DESAFIOS PARA O PROCESSO DE HUMANIZAÇÃO

Banalização do sofrimento;
Contato superficial entre o profissional e o paciente.

Nesse processo, ocorre um desligamento do sofrimento do outro e o “medo” produz uma separação subjetiva entre os que estão cuidando e os que deveriam ser cuidados.
Portanto, a mecanização do cuidado, a rotinização do contato pessoal e a impessoalidade transformam-se em mecanismo de defesa.
O que tem impactado negativamente a humanização na efetivação de sua prática.

O profissional de enfermagem precisa utilizar seu conhecimento científico e também sua capacidade de observação e percepção para visualizar as necessidades do paciente e compreender seus problemas.
A negligência é causadora de um cuidado ineficiente, por isso, é necessário que o profissional tenha conhecimento disso e previna o mau cuidado, a sobrecarga de atividades, a falta de treinamento. Mantendo assim o bom equilíbrio da equipe para o atendimento humanizado.

REALIDADE
O cuidar tornou-se mecanizado, fragmentado e tanto as pessoas que cuidam como as que recebem cuidado, parecem ter esquecido que esta habilidade/qualidade, além de constituir uma ação é um valor, um comportamento.
Os profissionais devem ser atuantes não só na administração das atividades, mas sim estar em constante interação com o meio cuidar/cuidado para através do seu conhecimento, desenvolver a humanização.
Isso nos confere, tanto mais responsabilidade, quanto desafios.

Para pensar um pouco: "Quem cuida de mim, do cuidador(a)?"
Beijos no coração!

Nenhum comentário:

Postar um comentário