0

Doenças Sexualmente Transmissíveis - DST

Boa tarde pessoas,pensei em preparar um bolo para o café da tarde que tal?Adoro,minha mamãe esta na expectativa,doida de vontade de comer bolo,mas ates vou publicar esta postagem sobre sexualidade esta bem legal e essas postagem sobre o assunto sexualidade sempre dão o que falar,espero que gostem!
Ouvir falar de :AIDS-CANDIDÍASE -CHATO-GONORREIA-CANCRO MOLE-CLAMÍDIA-CONDILOMA-DONOVANOSE -HEPATITE B -HERPES -LINFOGRANULOMA-SÍFILIS- TRICOMONÍASE o que faz vocês pensar?É é isso mesmo são doenças sexualmente transmissíveis (DST),também conhecidas por doenças venéreas, você sabe quem são elas?Elas são transmitidas essencialmente pelo contato direto, mantido através de relações sexuais,elas não tem cara e muitas das vezes também não tem coração,elas afetam tanto homens como mulheres, e não faz qualquer distinção de raça,classe social nem mesmo time de futebol,só de brincadeira vou deixar aqui algumas das mas conhecidas(DST), para quem se interessar em conhece-la melhor, tornar nítida a preocupação em relação as doenças sexualmente transmissiveis e quem sabe assim também se proteger melhor,fica a dica proteja-se.

HPV - Condiloma (Crista de Galo)- É um tipo de infecção causado por um grupo de vírus (HPV) que causam lesões papilares dando um aspecto de couve-flor e é a doença sexualmente transmissível com maior incidência nos adultos com vida sexual ativa.
GonorreiaExistem cerca de 40 milhoes de pessoas infectadas pelo HPV, segundo estatísticas americans, ou seja,quase 1/5 da população daquele país.  Estima-se que no Brasil as estatísticas sejam semelhantes. Essa lesão pode atingir diversos locais do genital masculino (glande, prepúcio e uretra) bem como no genital feminino (vulva, períneo, vagina e colo do útero) e também no anus e no reto.  Nem sempre é visível a olho nu.  O diagnóstico é baseado na história clínica do paciente e de exame físico minucioso.  Como exame complementar pode-se utilizar a peniscopia e a colposcopia com biópsias, citologia e exame de DNA.  A transmissão se dá através de contato sexual íntimo não sendo necessária penetração para isso.  O condiloma pode ficar incubado por apenas algumas semanas ou mesmo anos.  O tratamento feito no local pode ser cáustico, quimioterápico ou mesmo cauterização dependendo do caso.  Estimuladores de imunidade muitas vezes são também utilizados.  Infelizmente observa-se grande índice de retorno do problema mesmo fazendo-se um tratamento adequado.  O preservativo é o único dispositivo que pode gerar algum tipo de proteção, embora não seja 100 % seguro.  Certamente existe uma forte relação entre o contágio pelo HPV e o desenvolvimento de neoplasias (câncer), principalmente do colo do útero.

Herpes Genital-  É um tipo de infecção causada por um grupo de vírus que causa infecções na região genital e que apresentam um quadro típico : As bolhas (bastante doloridas e avermelhadas) duram de 4 a 5 dias, formam uma ferida e acabam por cicatrizar expontaneamente.  Herpes Genital é transmitido por relação sexual e tem um período de incubação indeterminado.  O tratamento existente até hoje não oferece uma cura do problema porém visa aumentar o intervalo entre as crises e diminui os sintomas quando ocorre.

Uretrite Chlamidiana - É uma infecção causada por uma bactéria chamada Chlamydia tracomatis.  Apresenta uma secreção esbranquiçada, inodora e um tanto fluida, quase sempre sem sintomas ou ardência.

Candidíase Peniana- Esse tipo de inflamação geralmente aparece na glande e na pele que a recobre como pequenos pontos avermelhados que coçam bastante devido à presença de fungos, sendo o mais comum o "candida albicans".  É um tipo de problema bastante comum em diabéticos. Embora esteja colocada como uma DST, a sua transmissão não ocorre somente por contato sexual

Sífilis - Transmitida pela bactéria Treponema pallidum, é uma doença com evolução crônica (lenta) com surgimento de um cancro duro (lesão) nos órgãos genitais e posterior aparecimento de lesões espalhadas pelo corpo. Quando generalizada, causa complicações cardiovasculares e nervosas, desencadeando nas mulheres o aborto ou o parto prematuro.

 Gonorréia - O contágio pela bactéria Neisseria gonorrheae, provoca a inflamação da uretra (canal urinário), pode alastrar-se para outros órgãos causando complicações como: artrite, meningite e problemas cardíacos.

 Tricomona – Causada pelo protozoário do gênero Trichomonas Donne, atinge, principalmente, o aparelho digestivo e genital, causando inflamação do canal vaginal, nas mulheres, e da uretra nos homens.

 Clamídia - O contágio pela bactéria Chlamydia trachomatis provoca inflamação dos canais genitais e urinários. Nas mulheres, pode ocasionar a formação de abscessos (obstruções com dilatação), infertilidade e dores pélvicas. Nos homens pode provocar esterilidade.

 AIDS – Síndrome da imunodeficiência humana (HIV), transmitida por um retrovírus que destrói as células de defesa (linfócito T), resultando na baixa imunidade do organismo que fica suscetível a outras infecções. Dentre os sintomas iniciais destaca-se: fadiga, febre, distúrbios do sistema nervosos central, inchaço crônico dos gânglios linfáticos e o surgimento de vesículas avermelhadas na derme.

Essas transmissões não se dá somente por uma aperto de mão ou beijo, como muitas pessoas pensam e por esse motivo, muitas vezes, geram certo preconceito com os portadores de DSTS. A transmissão se dá pelo contato, direto, sexual. Inclusive por ser transmitida também através da prática do sexo anal, como ocorre em casais homossexuais, causando infecções,portanto pensem em se prevenir e não em alimentar preconceitos tolos fica a dica,cuidem-se.
Beijos no coração e até breve!

Nenhum comentário:

Postar um comentário