0

LÚPUS ERITEMATOSO

Ola pessoas,e la venho novamente com mas um marcador com ele venho falar de Afecções imunológicas e reumáticas,legal né,eu também acho e é bem interessante pra começar vou sitar o lúpus que esta sendo muito sitado na novela 'Amor à Vida',vivenciado pela  atriz-mirim Klara Castanho a personagem Paulinha.
O lúpus é uma doença autoimune com episódios de inflamação nas articulações, tendões e outros tecidos conjuntivos e órgãos.Bora entender melhor!

Cerca de 90 % das pessoas com lúpus são mulheres dos 20 aos 30 anos; mas também pode aparecer em crianças (sobretudo de sexo feminino), homens e mulheres de idade avançada.
Não são totalmente conhecidas, mas sabe-se que fatores ambientais e genéticos estão envolvidos (infecções, medicamentos,exposição a raios UV e estresse);

Classificação
Lúpus Eritematoso Discoide(LED): quase sempre limitado a pele. É identificado por inflamações cutâneas que aparece na face, nuca e couro cabeludo.
Lúpus Eritematoso Sistêmico(LES): afeta todos os órgão e sistemas.

Sintomas 
Mal estar, febre, fadiga, emagrecimento e falta de apetite.
Os pacientes já poderão estar sentindo artralgia ou muscular leve e apresentando manchas vermelhas na pele que passam por urticária.
As erupções cutâneas são frequentes e aparecem de forma habitual no rosto, no pescoço, no peito e nos cotovelos. A mais característica é uma erupção de cor vermelha, em forma de asas de borboleta, que aparece em cima da cana do nariz e nas maçãs do rosto, podendo também desenvolver-se protuberâncias circulares. É pouco frequente que estas erupções causem bolhas.
Quase metade das pessoas que sofrem de lúpus tem a pele muito sensível à luz, de tal maneira que ela pode queimar-se facilmente ou apresentar uma erupção depois da exposição à luz solar.
Por vezes, esta perturbação afeta o sistema nervoso, causando cefaleias, mudanças de personalidade, convulsões e sintomas semelhantes aos da demência, como dificuldade para pensar com clareza.

Diagnóstico 
O diagnóstico baseia-se principalmente nos sintomas, especialmente no caso de se apresentarem em mulher jovem.
Pode ser difícil distinguir o lúpus de outras doenças, devido à ampla gama de sintomas que este provoca.
Os exames de laboratório podem ser úteis para confirmar o diagnóstico. A análise de sangue pode detectar anticorpos antinucleares, presentes na grande maioria das pessoas que sofrem de lúpus.

Prognóstico e tratamento
É uma doença incurável. As medicações são para controle de sintomas.
A doença tende a ser crônica e recorrente, muitas vezes com períodos livres de sintomas que podem durar anos.
Não é frequente que os surtos se apresentem depois da menopausa.
Em geral, caso seja controlada a inflamação inicial, o prognóstico a longo prazo é bom;
Uma vez controlada a inflamação, o médico determina a dose que a suprime mais eficazmente a longo prazo. Em geral, reduz-se gradualmente a dose de prednisona quando os sintomas estão controlados e os exames laboratoriais indicam melhoria.
Para a maioria dos que têm lúpus, a dose de prednisona pode ser reduzida ou suprimida a longo prazo.

Cuidados de enfermagem
Orientar o paciente para evitar a exposição ao sol e a luz artificial;
Orientar quanto à dieta hipossódica no caso de edemas;
Observar e anotar o aparecimento de descamação e prurido na pele;
Cortar e limpar as unhas do paciente;
Orientar para não coçar a pele;
Promover alívio da dor;
Observar queixas relatadas;
Controlar sinais vitais, diurese e peso diário.
Exercícios previnem fraqueza muscular e fadiga.

Bom  e isso por hoje já chega né?Criei até um marcador a mas para nos facilitar, cansei muito a minha mente,e como vocês podem imaginar eu ainda estou estudando,como sempre e só pra não perder o habito genial .A você vai encontrar esse novo marcador na lateral do blog ok e não vai parar por ai não tem muito mas!
Beijos enormes no coração até breve!

Nenhum comentário:

Postar um comentário