0

A pedra - Poema de Antônio pereira

Publicado em 1999- livro Essência


O distraído nela tropeçou,
O bruto a usou como projetil,
O empreendedor,usando-a construiu,
O camponês,cansado da lida dela fez assento,
Para meninos foi brinquedo,
Drummond a poetizou,já Davi matou Golias e Michelangelo extraiu-lhe a mas bela escultura!
E em todos os casos a diferença não esteve na "Pedra," mas sim no homem!
Não existe pedra no seu caminho que não possa ser aproveitada para seu próprio crescimento

Ola pessoas,vi esse poema no posto de enfermagem onde estive estagiando hoje.
 Ao conhecer esse poema fiquei realmente tocada com a mensagem que ele nos passa,nesse momento de refletimento percebi que realmente não existe pedra no meu caminho que  eu não possa aproveita-la para meu próprio crescimento,eu achei esse poema de tamanha grandeza que resolvi apresentar ele a todos os amigos do blogger e espero que ele toque vocês do mesmo jeito que me tocou.
Beijos no coração de todos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário