0

TRANSFERÊNCIA DE PACIENTES:

bom sempre com o intuito de ajudar e ser ajudada,desta vez venho deixar algumas dicas sobre como realizar a transferência de pacientes.
 
 SEGURANÇA E CONTRA-INDICAÇÕES
Considera-se a transferência do paciente segura quando:
1. A equipe responsável pelo paciente sabe como realizá-la,ou seja, deve haver  principalmente, planejamento para fazê-la
2. Se assegura a integridade do paciente, evitando o agravamento de seu quadro clínico.
 
Algumas dicas :

A expressão: “erga o paciente com suas pernas e não com suas costas” é um lembrete essencial para uma mecânica corporal adequada.
Sempre mantenha o paciente o mais próximo possível de você durante a transferência
 (isto é essencial se você estiver tentando passá-lo para de pé).
Mantenha seus braços e o paciente o mais próximo do seu corpo para que suas pernas trabalhem de forma mais eficiente e também para manter o equilíbrio.
Dobre seus joelhos enquanto mantém suas costas o mais eretas possível.
Evite rotações de tronco e inclinações laterais.
Explique ao paciente o seu plano de vôo e comunique antecipadamente cada etapa da transferência que você estiver realizando.
Tenho como hábito deixar bem claro ao paciente que caso haja alguma intercorrência, ou se ele (paciente) por qualquer motivo se sentir inseguro e quiser retornar ao leito, que o avise, e mantenha a calma, pois a qualquer momento é possível retorná-lo ao leito com total segurança.
Reconheça quando não for possível realizar sozinho a transferência do paciente.
 Não é vergonha nenhuma pedir ajuda nestas horas.
 
Transferir o cliente do leito para uma poltrona ou cadeira de rodas:

• Colocar a cadeira ao lado da cama, com as costas para o pé da cama
• Travar as rodas e levantar o apoio para os pés
• Sentar o cliente na beira da cama
• Calçar o cliente com sapato ou chinelo antiderrapante
• Segurar o cliente pela cintura, auxiliando-o a evantar-se, virar-se e sentar-se na cadeira
 


Trasnferir o paciente do leito para uma maca:

não existe maneira segura para realizar uma tranferencia manual do leito para uma maca.
Existem equipamentos que devem ser utilizados,como as pranchas e os plásticos resistentes de
transferências nesse caso, o paciente deve ser virado para que se acomode o material sob ele.
Volta-se o paciente para a posição supina, puxando-o para a maca com a ajuda do material ou do lençol devem participar desse procedimento quantas pessoas forem necessárias, dependendo das condições e do peso do cliente.
 Nunca esquecer de travar as rodas da cama e do leito e de ajustar sua altura.


 
referencias:Revista da Escola de Enfermagem da USP
imagem:google

Nenhum comentário:

Postar um comentário