0

A enfermagem é o seu trabalho?ENTAÕ entenda o que significa "Riscos Ergonômicos"

A palavra risco origina-se do latim risicus, significa perigo, inconveniente, dano ou fatalidade eventual, provável, às vezes até previsível.
 No ambiente de trabalho podem ser ocultos, quando o trabalhador não suspeita de sua existência;
latentes, quando causam danos em situações de emergência;
 reais quando conhecidos por todos, mas com pouca possibilidade de controle
O risco ergonômico pode ser considerado um perigo ou a possibilidade de perigo
O "Risco Ergonômico" é todo o fator ambiental que pode ocasionar lesão, doença ou inaptidão ou afetar o bem estar dos trabalhadores
Dessa forma, as substâncias químicas tóxicas, poeira, ruído, vibração, calor ou frio excessivo, as radiações, os microorganismos,
as posturas viciosas do trabalho, a tensão, os movimentos repetitivos e a monotonia que acontece em decorrência do trabalho
são considerados "Riscos Ergonômicos"

O processo de enfermagem dentro da saúde do trabalhador consiste em promoção de cuidados e proteção aos trabalhadores,
torná-los conscientes dos riscos a que estão expostos e fazer com que participem do seu auto -cuidado.
Com isso pretende-se minimizar os "Riscos Ergonômicos"

Os riscos ergonomicos nas unidades hospitalares são decorrentes, de maneira especial, da assistência direta prestada pelos profissionais
 de saúde a pacientes em diversos graus de gravidade, assistência esta que implica no manuseio de equipamentos pesados e materiais
perfurantes e/ou cortantes muitas vezes contaminados por sangue e outros fluidos corporais, na responsabilidade pelo preparo
e administração de medicamentos e quimioterápicos, no descarte de materiais contaminados no lixo hospitalar, nas relações interpessoais
 de trabalho e produção, no trabalho em turnos, no trabalho predominantemente feminino, nos baixos salários, na tensão emocional
advinda do convívio com a dor, o sofrimento e, muitas vezes, da perda da vida, entre outros .

É importante ressaltar que os acidentes de trabalho, decorrentes da exposição à materiais biológicos,
tão corriqueiros no dia-a-dia das unidades hospitalares, constituem-se preocupação de todos os profissionais
expostos aos fatores de riscos decorrentes do contato direto ou indireto com sangue e outros fluidos corporais,
 especialmente no que se refere à Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (AIDS) e à hepatite B ou C,
doenças cujos agravos trazem conseqüências bastante nocivas à saúde dos trabalhadores

Nenhum comentário:

Postar um comentário